quarta-feira, 2 de setembro de 2009

*O TAPETE DO QUARTO*


E eis que rolamos pelo tapete do quarto
Nos amamos no chão mesmo, A espera
É angustiante, o nosso momento é farto
E o amor quando não ama se desespera.

Rolamos pelo tapete do quarto! É quente,
Mas a cama também não nos refrescaria
Porque este desejo é tão grande e ardente
Que se falasse, este tapete nos censuraria.

"Poeta: Francisco Libânio"

Esses tapetes são trabalhados com retalhos de malha,
linha, tesoura, forro, uma régua e caneta para
fazer os desenhos, a máquina de costura reta.
Não esquecendo de aprimorar
que, é feito com muito
amor, muita paciência e sempre criar, criar.
São trabalhos meus.
Obrigada a todos vocês que visitam e admiram meus
trabalhos. Isso faz com que eu me sinta mais incentivada
para criar e trabalhar.
Fiquem com Deus e muitos beijinhos nos seus corações.

***Ana Maria Gonçalves***

2 comentários:

anjoartes disse...

Ola,bom dia!

~ Para você amigo virtual ~

Nós temos sentado dia pós dia,
compartilhando nossas vidas, nossos sonhos, nossos medos, nossos erros.
Continua me assustando como você
que um dia foi um estranho, tenha se transformado em um de meus mais
querido e estimado amigo.
Você é tão importante para mim como qualquer de meus amigos pessoais,
minha família ou vizinhos.
Você me faz sorrir,
quando compartilha suas brincadeiras.
Me faz rir quando conta suas histórias.
Me faz sentir sozinh@ quando se vai.
Você esta em meus pensamentos cada dia.
Para você...meu amig@ da web!
Te Adoro!!!
Fique aqui onde eu possa te ver, te falar,compartilhar com você, suas brincadeiras, seu sorriso, seus sentimentos...
Obrigado por ser meu
amig@ virtual!!

Tenha um otimo dia
Angela

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, nem digo sobre fazer no chão mesmo...

Mas ficou bonito os tapetes...

Fique com Deus, menina Ana Maria.
Um abraço.